segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Em outros contos...

Esse trecho diz muito de como estou me sentindo hoje...


"- Podes me dizer, por favor, que caminho devo seguir para sair daqui?

- Isso depende muito de para onde queres ir! - respondeu o gato.

- Preocupa-me pouco aonde ir! - disse Alice.

- Nesse caso, pouco importa o caminho que sigas! - replicou o gato."




Lewis Carroll

8 comentários:

Maiken Rinaldi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Assim que sou disse...

Hiato curioso...quase um buraco negro na Via Láctea. O gato de Alice sempre soube das coisas: de que adianta o caminho se não sei pra onde quero ir. Caro João...o bom de todas as fábulas é que a gente vai saber, logo ali depois das horas do relógio, prá onde queremos ir. O caminho é que, não raras vezes, desaparece aos nossos pés. Nessas horas os sapatos de Alice vão nos servir. E vão nos apontar os caminhos.

Gosto muito de suas visitas. bjs. Veronica

Quase Trinta disse...

humm muito bom releembrar esse diálogo...
Preciso refletir sobre isso, até pq não sei q caminho tomar pq não sei pra onde devo ir

excelente semana pra ti

Lucas disse...

Boa! Muito boa mesmo. Tem uma que diz; cara, me esqueci a frase agora.
¬¬

E, ah!, valeu a visita no blog. Que bom que tá gostando.

Flavinha disse...

Já reparou quantas vezes na vida estamos exatamente assim, buscando um rumo sem saber aonde queremos ir? Não que seja sempre necessário saber qual destino que nos espera - há vezes em que é necessário justamente apenas ir, e deixar que nossos pés sejam levados intuitivamente na melhor direção.

Estado seu... meu... e de sabe-se lá quantos mais. Mas o coração costuma ser uma boa bússola ;)

Vim seguindo o caminho deixado por um comentário seu em meu blog, já há algum tempo. Como estava ausente da blogosfera demorei a responder - perdoe esse pequeno lapso... mas fico feliz por ter vindo hoje. Seu post sucinto e tão chieo de significados me fez refletir sobre a minha vida também.

Deixo ainda o convite para que retorne outras vezes, será sempre muito bem vindo.

Beijos, moço.

Anônimo disse...

Sei que vais optar pelo caminho certo.
Te gosto muito.
bjs

Sunflower disse...

aí, o gato malvado fez há há ha há, sumiu e lascou a Alice.

Um dos meus contos favoritos, esse e o Pé de Feijão.

Tiago Soarez disse...

Cheguei aqui no blog por conta do nome dele!

Acabei gostando do lugar e virei mais vezes pra adubar!!!

Abração!

PS: Esse fato malvado aí é demais!

Bossa Nova Café - textos, música e arte!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...