terça-feira, 18 de maio de 2010

ELAS E EU


Hoje eu li uma notícia que acabou suscitando por caminhos tortos um tema recorrente nas relações profissionais: homens Vs. mulheres.

A notícia era sobre o lançamento de um esmalte de unhas que muda de cor ou tom conforme o estado de espírito da pessoa. A reportagem ainda afirma: Como a temperatura corporal oscila de acordo com o humor, esse é o mecanismo utilizado para o esmalte trocar de tom. Dependendo do dia, você pode ter diversas gamas diferentes. As cores também podem ser muito úteis, alertando os tempos de TPM.

Na área administrativa, onde trabalho, são quase 80% de mulheres, e no meu setor sou o único espécime XY. Sendo o tema pertinente disparei o e-mail com a reportagem do surpreendente esmalte do humor - lembrei que na minha infância tinha o ‘galo do tempo’ que mudava de cor previsionando alterações climáticas - tststststs -, mesmo sabendo do perigo de encontrar alguma feminista fervorosa, enviei o e-mail.

Dessa vez não houve polemica (geralmente há por muito menos – e gosto de por lenha na fogueira), mas dessa vez todas gostaram da idéia e disseram que até usariam. 

Me perguntei então: 

1. Seriam tão alienadas que, por ser um cosmético, nem questionaram o sua real aplicação? 

2. Elas querem mesmo é que todos saibam que estão com seus níveis hormonais em absoluto desequilíbrio e que são homicidas em potenciais? Quase como uma intimidação!

Em toda minha vida sempre tive muito mais afinidade com as mulheres do que com os homens. Claro que há diferenças abissais entre os gêneros, são modelos mentais geralmente adversos. Ao longo dos anos percebi que dependendo do tipo da pauta eu devo encaminhar a conversa para um dos dois tipos. Mas em geral, é com ELAS que eu converso mais. 

Assim como na vida pessoal, na vida profissional esse embate se estende. Nunca me adaptei a ter chefes homens, em compensação a sinergia com chefes do sexo feminino sempre foi muito vantajosa. Meus melhores desempenhos foram com as mulheres na chefia. No entanto, temos que admitir que de fato, sem generalizar, as mulheres são seres infinitamente complexos e complicados! Trabalhar lado-a-lado com esses seres é uma tarefa herculiana. São seres adoravelmente instáveis! Haja jogo de cintura, desenvoltura, compostura e amor para esse convívio.

Eu falo isso porque é essa experiência que vivo. Talvez se trabalhasse com outros homens minhas dissertações fossem outras e desejasse novamente o convívio feminino. Na verdade, mais que homens ou mulheres, são os indivíduos que se conflitam, o tempo todo.

Na duvida, se é melhor trabalhar ao lado deles ou delas, fico como estou. Respiro fundo, olho feio, delimito limites e espero a ‘maré vermeha’ passar. Se pensar que serão só 12 TPMs por ano acho que dá pra até sorrir! (pensando bem, no meu setor seriam 48 TPMs ao ano... alguém me ajuda!!)

14 comentários:

Mari... disse...

eu sei que sou umas destas MULHERES que tu tem que aguentar praticamente 12 horas por dia, isso quando nós temos aula, mas também sei que apesar de tudo sou uma ótima colega...TPM passa...hahahahah
Mas que a idéia do esmalte é Boa isso é....

bj
Mari

S. Outono disse...

Já apanhou das palavras (quando se predestinam a bater) ou tomou uma surra de verdades bem no meio da cara? Responda no Outono.
Te espero ansiosamente.
Com muito carinho.
S. Outono.

Lívia disse...

Só faltou constar na pauta que elas objetam o tempo todo...
Tornando-me visitante assídua!

Lívia disse...

“A genialidade não é outra coisa senão uma grande aptidão para a paciência” (Buffon , George)

Rute disse...

Não conhecia o tal esmalte João, até seria interessante usa-lo.
Você comentou que é o unico homen no setor ao qual trabalha, até um ano atrás, eu trabalhava em uma consultoria aonde no meu setor eu era unica mulher. Com mais ou menos 30 rapazes.Já fui logo avisando que tenho TPM, que fico mal humorada, choro muito e viro chata de galocha, e sem paciência para nada.
O que me acalma é o chocolate.Sou uma pessoa de muito bom humor, como pedagogoga e contadora de história para criança, sempre estou sorrindo. Mas quando viam eu chegar e diziam - Bom dia Rute!
eu apenas, só olhava e nada respondia,(era batata, até a hora do almoço minha mesa ou gaveta tinha chocolates, rsrsrs.....)
Com certeza os meninos nem precisaria ver a cor do meu esmalte para ver a mudança do meu humor...
Que confesso nesses dias é insuportável, mas passa....rs...
Beijinhos a vc

Psycoo disse...

Ola,
Obrigado pelo comentário!
Fico contente por ter gostado do blog:)
Abrç

@philipsouza disse...

Concordo com vc João, eu tmb trabalho so com mulheres em um escritorio, e como vc disse nao e tao facil quando so une mulher no trabalho. Ao contrario meu chefe é homem, tmb não me dou bem. Agora sobre esse esmalte nao tinha ouvido falar.

Obs: foi mal pela demora a comentar, mas sempre passando aqui para ler. Seguindo tmb.Prazeirao

Richard Mathenhauer disse...

heheh
"Maré vermelha" foi um bom eufemismo para algo tão potencialmente homicida (estou pondo sal na prosa!).

Sim, também trabalho com maioria de mulheres e há um outro fenômeno bastante interessante: elas conseguem, juntas, num mesmo ambiente, falar de distintos assuntos ao mesmo tempo e saber o que ocorre ao derredor. Isso é invejável!

(Eu não trocaria minhas companheiras de labor por nada!)

Abraços, João!

Oda Moura disse...

Fala Jõao, tudo certo?
É o seguinte. Vou passar a fazer sorteios no blog e publicar caricaturas. Porém, as pessoas que participam sempre no blog com comentários e opiniões não vai precisar participar do sorteio.
E você tem comentado em alguns posts que fiz.
Se for de seu interesse ter uma caricatura feita por mim, me mande um e-mail em odair.mmoura@hotmail.com e conversamos sobre o assunto.

Obrigado,
Abraço

Anna Basseto disse...

É por isso que pefiro os homens... De mulher já basta eu e já me dou muito trabalho!
Rs
Beijocas

Allex Sunshine disse...

Oi João!
Você deixou um comentário no meu blog, haha! Podemos manter contato?
allex.europa@live.com

Abraços!

Petro disse...

Engraçado... eu nunca me vidiante de uma situação que eu dissesse que é melhor conviver mais com mulheres que com homens. Meu chefe - o únic na Secretaria da Fazenda - era muito gente boa; com meus colegas - homens e mulheres - no trabalho sempre me dei bem. Fui coordenador e não tive problemas, enfim... será que algo em mim está errado?
Bem, gosto de seus posts e sua forma de escrever nos prende muito e nos faz rir. Abração.

railer disse...

muito bacana a postagem!
eu trabalho na área de tecnologia, ou seja, muito mais homens que mulheres, mas mesmo com menos mulheres é possível perceber isso tudo que você comenta. e concordo que o fato de ser 'esmalte' conta mais do que ele faz. hehe

no topo do meu blog está meio email. escreve pra mim lá, pra gente manter contato e te passo o meu msn.

abraços!

Tamires disse...

Olá,faz tempo que te devo um comentário,mas geralmente visito seu blog,você é jornalista?
escreve muito bem(muito bem é pouco).Eu acho que nem todas as mulheres são tão neurótica(mas muitas,muitas estão a beira de um ataque de nervos-Fato),eu acho que não dou muita dor de cabeça pros meus amigos(rsrs),tranquila,mais esse esmalte é Massa,queria um.
dá uma passada lá no blog,Um abraço da Tammy!!
Ótimo Domingão!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...