quinta-feira, 7 de abril de 2011

ASSASSINO EM MASSA - chegou a nossa vez!

Depois da tragédia que vimos acontecer diante de nossos olhos hoje no Brasil, não há muito o que se dizer. Um atirador entrou numa escola no Rio de Janeiro e matou mais de dez crianças a sangue frio.

Pior de tudo é que assassinos em massa, como esse, não são tão raros na literatura psiquiátrica ou criminal. A novidade é que diferente “do de sempre” isso aconteceu aqui conosco, no nosso quintal, na nossa escola, no nosso chão, agora tingido de vermelho com o sangue inocente de crianças. Não é tragédia maior por ser aqui do que nos EUA, onde isso é mais 'comum', é apenas tragédia tão terrível e inexplicável quanto.

Estamos perplexos, consternados e infelizmente logo estaremos conformados. Esperaremos pacientemente a próxima chacina, por que outras virão, mais cedo ou mais tarde, como acontece em outros países. Mais uma vez chegamos lá, estamos tão loucos e desesperados como as grandes potências mundiais. Enfim, nosso progresso.

Há menos de vinte dias atrás, no meu outro blog, eu infelizmente havia cantado essa bola. Como num aviso despretensioso, inclui essa tragédia na lista de “atitudes” que importamos. Que pena que acertei. Que pena que vinte dias depois tudo se transformou numa terrível verdade. (clique aqui para ver todo post)

Não sei se isso é um fruto amargo do bullying, ou se apenas é a tragédia de uma arma de fogo na mão de um maluco, mas em qualquer uma dessas duas possibilidades algo poderia ter sido diferente. 

Nessa hora é desejar muita força para as famílias que perderam seus filhos... Não há muito mais o que possa dizer!
Que Deus esteja com todos!


13 comentários:

Dan disse...

realmente não sei onde vamos parar!
belo post amigo!

abraço

Italo Stauffenberg disse...

sabe, isso foi uma tragédia! me fez lembrar do final da sexta e incício da sétima temporada da série americana grey's anatomy. muita gente morreu na série por causa de um louco que decidiu matar os médicos do hospital. esse louco resolveu acabar com gente que nunca fez mal a ele. será que o bullying sofrido por ele foi motivo para isso tudo?

o Humberto disse...

Que coisa rapaz...
Esse acontecimento foi muito lamentável mesmo. Só espero sinceramente que não vire moda, senão vai fu**r de vez.

Abração querido.

Marcio Nicolau disse...

João:

Sem dizer muito (pois talvez não haja mesmo muito a dizer), acho que você tocou em pontos importantes: parece que nós importamos mesmo essa cultura infelizmente doente que é pautada no individualismo e na indiferença. Daí advem esses transtornos todos. Você tem inteira razão.

Um alento, ao menos, é a tua sensibilidade e percepção, capaz de antever tragédias como essas que, por mais evidentes que pareçam, passam despercebidas pela maioria. O que está diante dos nossos olhos, às vezes, nos custa demais ver, João.

Penso que, embora difícil, é preciso manter o equilíbrio interno e buscar alternativas junto aqueles que estão conscientes. Ainda é possível plantar algumas sementes.

Voltarei aqui para posicionar outros pontos-de-vista.

Precisamos de tempo pra pensar.

miauauau disse...

muito triste isso!
seguindo aqui...
bjs

• Cynthia Brito • disse...

Olá, João. Obrigada pela visita!
Que bela atitude postar sobre esse tema que, mesmo trágico e revoltante, é realidade a qual não podemos fugir, não podemos calar, não podemos vingar. A questão é justiça! E, então, que reine a PAZ!
Bom fim de semana :D

Beeeeeeeeijo!

david era uma vez... disse...

Essa sua veia de Mãe Dinah é perturbadora...

Agora as pessoas ficam "perdendo" tempo tentando saber se ele tinha problemas e qual eram os problemas.. Convenhamos... obvio que tinha problemas agora que importa que problemas.. os unicos problemas que importam agora são os familiares q perderam as crianças e as crianças que vivenciaram tudo que esse maldito. fez!

Abraços meu querido...


Ah quanto as minhas provas? Parecem eternas... ainda faltam algumas, as piores claro, assim eu não relaxo nunca!

Giane disse...

Oi, João.

Claro que quando escrevemos, a última coisa que desejamos é que determinadas "visões" não muito positivas tornem-se reais.
Mas acontece. E quando acontece o melhor que podemos fazer é o que Você fez: escrever novamente e desejar que uma Força Maior e Positiva ajude a Todos Nós a suportar toda dor e tristeza que vier com "previsões" que gostaríamos de nunca ter acertado.

Beijos mil, Menino do Pé de Feijão!
PS:Estou Bem e mais do que nunca, buscando Ficar Sempre no Bem.

Cris França disse...

eu fiquei arrasada

além de toda a mídia, a coisa foi terrível mesmo

a nossa sensação de medo e de impotência é enorme

se fosse profetizar, diria que isso vai gerar muitas crises psicológicas por aí

não só aos envolvidos, pais, professores, e amigos

mas em nós espectadores também...é muito ruim sentir medo... a sensação de falta de segurança é muito grande.

e mesmos quando a gente renuncia, diz...não quero mais ver isso, acontece algo assim, a violência te engole.

é triste meu amigo , muito triste...

bjs sem preguiça...rs

Arquimedes Diniz disse...

Eu escrevi uma poesia em homenagem as vítimas. Qdo puder passa no meu blog http://aartedepoetizar.blogspot.com/
Abçs

BsVoxx disse...

Não sei porque, não consigo me conformar com esse monte de babaquice que as pessoas importam ... Dividir o mundo em puros e impuros, vencedores e perdedores, Bullying ... Q merda ... Recuso-me a me conformar ... mas infelizmente é provável que barbaries como essa aumentem ..

Anônimo disse...

deviam ser todos do benfica

Anônimo disse...

ahaha xd lol ya e tu ?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...