quinta-feira, 1 de abril de 2010

YO NO CREO, PERO QUE LOS HAY!


Possivelmente, não provavelmente, isso tenha alguma relação com minha inserção no mundo católico durante infância, adolescência e um pouco da vida adulta. A verdade é que o mundo dos anjos, demônios e afins sempre povoaram, ou super povoaram meu imaginário.

Me aproximar desse tema, seria no mínimo, um caminho natural, e essa semana fui empurrado a uma reflexão mais profunda. 

Quando conectei meu pendrive na TV (minha TV lê direto .mp4, .rmvb, e .avi, e me facilitou tanto a vida), e vi quais eram meus arquivos ali salvos, percebi que ando meio tendencioso demais e que a mídia se aproveitou desse filão avassaladoramente.

No pen os filmes: Anjos e Demônios, Arrasta-me para o inferno, Garota Infernal, Legião e os últimos dois episódios da série Supernatural, que tem narrado esse tipo de guerra apocalíptica de humanos, anjos e demônios.

Tudo bem que isso reflete muito meu gosto, mas estou falando de filmes recentes, programas recentes. Tudo bem, eu compro a idéia, mas a oferta ou demanda controlam o mercado?

Por essas semanas também revi O exorcismo de Emily Rose, um dos filmes que mais considero dentro de todo esse gênero. Acho eficiente a mensagem (inspirada em fatos reais) de que às vezes é preciso ver o diabo para acreditar em Deus.

Sei que esses filmes super-produzem as ações demoníacas, natural, precisam iludir, abrilhantar, chamar publico para as salas de cinema, no entanto isso acaba relegando o ‘capeta’ a um nível ficcional demais. Não acho bom comparar os demônios, ou o próprio Lúcifer (o anjo mais belo, o anjo de luz), com, por exemplo, os vampiros e lobos da saga Crepúsculo.

Se eu acredito em demônios? – Eu acredito em Deus, e acredito num homem corruptível. Acredito que um dos seus principais ardis seja ocultar-se na sua própria incredubilidade. Sim, os demônios existem.

Talvez não dessa forma, tão humanamente desenhada. Talvez menos institucionalizados. Mas crer no céu implica em crer no seu adverso, crer em anjos, da mesma forma.

Também não acho que caiba agora eu filosofar como Rousseau ou Hobbes sobre a natureza do homem, se somos genuinamente bons ou maus. Sei que cada um tem seus demônios particulares, mas são de outros que falo hoje.

Se eu fosse um demônio, não possuiria mais ninguém como outrora, vai que me exorcizem pra sempre. Eu seria mais ‘demoníaco- hehehe -, usaria muito a internet, assopraria nos ouvidos dos políticos, incentivaria os pedófilos, os assassinos, os passionais, os fracos, os drogados. Seduziria, incitaria todos os pecados, principalmente os capitais, esses já estão ‘prestes’ a qualquer um. Ninguém poderia me acusar. Eu estaria exposto no cinema, na TV, nos blogs, e mesmo assim estaria fora de alcance. Livre, oculto, quase onipresente. 

Esses tempos modernos facilitaram muito a vida dos demônios, hein!!

16 comentários:

Clenio disse...

Oi, mano...

Puta que pariu, hein? Não podia ter uns filmezinhos melhores no teu pendrive, não? Acho que se o demônio existe ele se manifesta através de filmes ruins e os que tu citou nem Deus com toda a sua paciência conseguiria aturar, principalmente "Garota infernal"...

E eu sei muito bem que tu sempre gostou desses assuntos demoníacos, não vem me enganar...

Qto aos filmes que tem riscado da tua lista pode riscar sem medo. "A caixa" e "Um sonho possível" são a prova da existência de forças malignas, sim.....

E "O exorcismo de Emily Rose" e não "O julgamento de Emily Rose"... Vou ter que ficar revisando teus textos a partir de agora? Hehehe

Bjos

PS - Vai assistir a "Chico Xavier"? Tô bem a fim...

Lila disse...

Rsssss...Gostas de demônios é, ou apenas do que eles (podem) representar? rs
já leu " O julgamento de Lúcifer"?
Qto ao médico a que se referiu...quem sabe um dia encontre.
Feliz páscoa.
Bjkas

@philipsouza disse...

hehehe vc curte mesmo hein filmes de demonios...o loko...hehehehe

eu tmb assisto supernatural.....
abraços

Juliana. disse...

Realmente vc tem um gosto diferente do meu para filmes..rsrs..mais ler, assistir filmes nos faz viajar em pensamentos e isso conduz a opiniões! Faz bem!
Um abraço João!

marcelo dalla disse...

OLá João! Gostei do teu espaço, cheio de reflexões importantes. A vida moderna facilita a disseminação de tudo, seja da luz ou das sombras. A escolha é nossa.

E pra quem acredita na evolução e na lei universal da impermanência, não existem dêmonios. Ou seja, espíritos pra sempre do mal. Isso é invenção do catolicismo. Existem sim, seres "momentaneamente" nas trevas e que cumprem seu papel aqui na nossa terceira dimensão, regida pela dualidade.

Aff... acabo falando demais, esse assunto me empolga. Mas voltarei mais vezes, muito prazer!

abraço

Rafael Lopes disse...

Sobrenatural é o melhor. Eu gosto, apesar de não estar assistindo mais.


Bom feriado pra ti

abraços

Tatiana Fonseca disse...

Então João, morro de medo desses tipos de filmes, na verdade nem assisto, até hj não sei quem é Freddy Krueger, mas o fato é: Não acredito nessas coisas de anjos e demonios,em religiões, acredito em Deus como uma força e acho que demonios são pessoas que tem a mente de maldade, que deseja mal a outra pessoa e os anjos eu tenho um aqui em casa, minha mãe!!!!
Beijão grande, adorei sua energia boa!

Cris França disse...

João

alguem ja disse que a melhor invenção do mal foi convencer o homem de que ele não existe, assim nunca o levariam a serio.
Eu creio no bem e no mal, mas não os vejo de forma sobrenatural, acho que eles estão nas nossas atitudes do dia-a-dia, fica muito mais fácil se vc atribuir sua maldade a um terceiro, isso te isenta da culpa, que sua parte boa te acusando, enfim...rs
so vim mesmo matar tuas saudades e as minhas.
Feliz páscoa! bjão

Rute disse...

Sinistro João, não curto muito não
A moça aqui tem medo, por isso não se atreve assistir ou ler qualquer livro sobre o assunto.rsrsrs....
Beijinhos, ótima páscoa a vc

Carlos Augusto Matos disse...

João, os filmes que vc citou, não asistir, não faz meu tipo, acho muito exagerados... Mas Sobrenatural é ótimo...

Cara, sangue de cristo...

Abração...

*A CHAVE DOS MAGGI* disse...

Adorei os filmes, sempre tem algo oculto e de valor q podemos extrair deles..

Mt bom

Simplesmente Outono disse...

Bela e agradável visita.
Te falei que possuímos o mesmo fascínio? Pois é, possuímos.
Que minha estação seja então tua segunda casa.
Que assim seja afinal ter este amor por Porto Alegre de maneira incondicional já é um belo motivo para futuros contatos.
Agradeço o carinho.

Simplesmente Outono disse...

Acabo de linkar você.
Assim acompanhar tuas palavras será muito mais fácil.
Tenha uma linda noite.
Com carinho, Simplesmente Outono.

Tiburciana disse...

Temos o mesmo gosto para filmes huaa
E sim o aparelho que le direto no pen drive ajuda muito a vida da gente.
Confesso que virei a tela do note book para ver o quadro de menino afinal ate hj não vejo o urso comendo ele que desde de criança escuto falar.
Lembro quando minha mãe jogou fora os quadros da nossa casa diz ela que não acreditava mas em caso de duvida ela jogou
bjinhos Lindo

Simplesmente Outono disse...

Acabo de brincar com o que mais gosto. Ter os teus olhos sobre ela será sem dúvida um grande prazer. Te convido.
Deixo-te com carinho algumas de minhas folhas secas.

Simplesmente Outono disse...

Feliz pelo sorriso dos teus olhos sem ter muito mais o que dizer.
Saiba que é sempre muito bom ler você.
Minhas folhas com carinho.
Simplesmente Outono.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...