quinta-feira, 29 de abril de 2010

WELL WELL WELL GABRIEL

Quem acompanha esse blog sabe das minhas recorrentes queixas sobre a, cada vez mais, assustadora velocidade que o tempo está passando, e o post de hoje só vem corroborar com essa minha percepção.

Há 15 anos atrás, ou seja, no século passado, nascia meu sobrinho GABRIEL, que mais tarde se tornou meu 1º afilhado.

Não há, repito, NÃO HÁ, como fugir do clichê básico: Parece que foi ontem! – mas não é um ‘ontem’ qualquer, é um ontem carregado de memórias e sentimentos.

Esse meu sobrinho foi o melhor presente que Deus poderia ter mandado para nossa família. E o passar dos anos só confirmaram o quanto esse garoto é especial.

Me sinto muito realizado como padrinho do Gabriel, nossa relação sempre foi muito intensa e profunda, tenho por ele um amor de pai+ tio+ irmão+etc.=ad eternum. Sem sombra de duvidas é a pessoa na terra que mais amo e mais tenho expectativas.

Para quem, como eu, gosta muito de crianças, foi fácil se apaixonar pelo ‘Gabi’, mas confesso que tive muito medo do que poderia acontecer quando ele deixasse de ser criança. Todos sabem a complexidade da adolescência para alguns indivíduos, e eu não sou muito flexível e paciente. Pensei então que essa nossa ligação fosse se extinguir, ou esfriar bastante.

Aprendi na pratica que o amor cresce junto com as pessoas. Eu não sabia, por não ter vivenciado, que o amor fraterno vai se modificando e se solidificando. A criança susceptível se transforma num individuo com opiniões e vontades próprias. Transição trabalhosa, mas é a mágica da vida.

Sinto muita saudade do Gabriel criança, mas não amo menos o Gabriel adolescente, e espero continuar tendo todos motivos, que hoje tenho, para amar o Gabriel adulto. Sei que ainda teremos anos difíceis até lá.

Se antes eu compartilhava com ele brincadeiras, jogos infantis e brinquedos, hoje compartilho suas duvidas, seus gostos, seus primeiros passos na vida adulta... e essa confiança e interação não acontece do dia pra noite... 

Hoje ele faz 15 anos e eu faço festa em meu coração, que tem saudade, amor e esperança.

O mundo está o suficientemente hostil para que eu me preocupe, mas tenho a consciência tranquila de ter sido decisivo e determinante no tipo de pessoa que está vindo por ai.
Hoje para mim é dia de festa!



Detalhe importante: eu aqui no meu blog falando do aniversário do nosso sobrinho, e meu irmão no blog dele falando do aniversário de nossa mãe. Familia lançada no cyberespaço!!

8 comentários:

Cris França disse...

João que homenagem mais linda, fiquei emocionada, o amor assim verdadeiro o único sentido em tantas coisas sem sentido da vida. Parabens aos dois! bjs

Clenio disse...

Biel é o máximo!!!
Também deixei uma homenagem a ele no meu blog.
Bjos. Saudade.

Tiburciana disse...

Sou tia madrinha de uma linda menina de 3 anos e tenho os mesmos medos que vc já teve um dia.
O video ficou simplesmente perfeito
bjos

Clenio disse...

O vídeo ficou o máximo, mas POR QUE aquela foto horrorosa minha??? Isso dá processo, sabia??? hehe

Saudade do tempo em que ele era pequeninho, né??

Bjos,
Clênio

Clenio disse...

Oi, tem um selo pro teu blog lá nos meus. Passa lá. Beijos

Clênio
www.lennysmind.blogspot.com
www.clenio-umfilmepordia.blogspot.com

Petro disse...

Oi João, bela homenagem. Me arrepiei; antes eu havia lido uma também linda homenagem do Clenio ao Biel e agora vejo essa passo a me recordar de um tio que também foi muito importante na minha vida. Tenho 5 tios paternos e 2 maternos, hoje quase todos quarentões, mas um deles era a minha vida. Parte do que sou hoje devo a ele, meu bom humor e sorriso diante das pessoas que gosto herdei dele. Somos muito parecidos. Hoje não temos mais a mesma intimidade, e vivemos distantes, mas ele é muito especial. Um vez disse a ele: "tio, eu amo o meu pai, mas queria que fosse você o meu pai." Ele respondeu: "nunca queria que você fosse meu filho, porque senão nós não seríamos amigos como somos. Talvez se você fosse meu filho, iria dizer isso para o seu atual pai (o seu tio) que iria querer que ele fosse seu pai. Então Deus prevendo isso me deu você como sobrinho." Eu não entendia o que ele quis dizer, quando me formei na faculdade ele contou isso na mesa para toda a família; fiquei com medo que meu pai achasse que eu não o amava, mas foi meu pai que me explicou a verdadadeira metáfora.
Espero, que vocês se amem verdadeiramente para toda vida. O Gabriel nunca vai esquecê-lo!

RAFAEL disse...

Minha primeira sobrinha se chama Rafaela, tem a mesma idade do seu sobrinho e tb é minha afilhada. Nasceu numa época que não havia criança por perto, então foi o xodó de todo mundo. É muito complicado ve-la crescer, tornar-se uma "pessoa" de opinião, com vontades e desejos. Enquanto é criança, parece que escolhemnos por eles, mas em determinada altura da vida essa ruptura é tão dolorida.
Primeiro sobrinho, é quase um filho.

muito bonito seu texto, parabens ao Gabriel.

abração

railer disse...

ei joão, lindo vídeo!
lendo o que você escreveu e vendo as imagens fica nítido pra gente o carinho que você tem pelo gabriel.
você, como leitor do figura220, já ouviu falar das minhas duas afilhadas, uma de 5 anos e outra de 5 meses. daí sei muito bem como você se sente porque realmente é algo mágico.
parabéns pro gabriel e pro padrinho dele por ser tão presente e dedicado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...